Agenda de Mulher's Blog

Just another WordPress.com weblog

Eu sou 12 por 8 abril 20, 2010

Filed under: Uncategorized — agendademulher @ 12:20 am

Começa uma nova campanha para a conscientização da população sobre a importância da pressão arterial estabilizada. Junto à Urban Summer Digital Creative, de Eduardo Grimberg, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) pretende divulgá-la via facebook, orkut, twitter e blogs…e aqui estou eu, ajudando na campanha “eu sou 12 por 8”.

A pressão alta atinge 30% da população adulta brasileira, cerca de 30 milhões de pessoas e causa infartos, derrames e insuficiência renal. A hipertensão mata cerca de 7,6 milhões de pessoas por ano, no mundo inteiro e mais da metade das vítimas tem entre 45 e 69 anos.

Talvez esse assunto não seja só direcionado às mulheres, mas acho muito importante a divulgação dessa informação. Então espero que, com isso, as pessoas fiquem mais atentas e confirem a pressão com mais frenquência, para não dar bobeira, pois muitos têm e nem sabem.

Eu sou 12 por 8, e vc??

Beijo, Gabi

Anúncios
 

Nós e a Gripe A abril 13, 2010

Filed under: Uncategorized — agendademulher @ 2:32 am

Segundo o Ministério da Saúde, nós mulheres somos as principais vítimas da Gripe Suína.

Das 50 mortes registradas neste ano, 76% são mulheres, sendo 32% gestantes.Para que esse número não aumente, é importante que tomemos a vacina na etapa certa. Agora é a vez dos adultos entre 20 e 29 anos, do dia 5 ao dia 23 de abril.

Vamos nos imunizar contra a gripe H1N1 e não permitir que o número de mortes cresça ainda mais.

Beijos, Gabi.

 

Preciosa abril 12, 2010

Filed under: Uncategorized — agendademulher @ 3:41 am

Ganhador de  2 estatuetas do Oscar 2010, o filme Preciosa, baseado no livro homônimo da americana Sappire, vem conquistando cada vez mais o público no mundo inteiro.

No filme  Claireece “Preciosa” Jones, estrelado pela atriz Gabourney Sidibe,  é uma adolescente sonhadora. Nos seus sonhos, ela gostaria de ser uma cantora ou uma atriz famosa. Porém sua realidade é outra. Preciosa é pobre, negra, extremamente gorda, apanha da mãe, está grávida do segundo filho e traz uma história de vida inacreditavelmente sofrida. Então quando ela se imagina famosa, rica e bonita, Preciosa não esta agindo como qualquer adolescente que tem sonhos de se tornar uma celebridade, na verdade ela tenta escapar de sua própria realidade.

O filme além de mostrar a vida de Preciosa, trata também de assuntos como racismo, pobreza, injustiça social, violência doméstica e  abuso sexual, no qual o diretor Lee Daniels soube trabalhar  com dignidade, senso profundo de realismo, e claro muita emoção.
Totalmente estreante, Gabourney Sidibe no papel principal do filme é um verdadeiro achado para interpretar uma menina de 15 anos. Com olhar perdido, voz marcante e ar de quem não sabe o que está fazendo neste mundo, a garota dá à sua personagem um incrível senso de alienação que mais tarde perceberemos não ser exatamente um descaso diante da vida, mas sim um escudo, uma crosta criada pelas feridas do mundo. No decorrer da trama, seu personagem cresce, ganha autoestima. E, nos momentos de sonho, a atriz se transmuta totalmente. Vira outra, bem diante dos nossos olhos.

Este filme, recheado de muito drama, mostra a realidade que muitas meninas enfrentam no dia a dia. Aqui fica uma dica para quem gosta de um bom entretenimento, com ótimos atores, trama, enfim um pote cheio para um momento delicioso de diversão.

Beijos, Mari

 

In on It abril 6, 2010

Filed under: Uncategorized — agendademulher @ 11:35 pm

Embora não seja possível pra todo mundo ir ao teatro gostaria de comentar sobre a peca que está em cartaz no  Teatro da FAAP. Trata-se de In On It, texto de um dramaturgo canadense chamado Daniel MacIvor. Texto espirituoso, irônico, cômico e trágico. A direção é Henrique Diaz que trabalha com preciosismo o tempo, o espaço e, assim, constitui a cena como um lugar de passagem entre ficção e realidade. Talvez o teatro que nos anime hoje seja este que, sem trair a ficção, nos prometa a vida que, justamente, só a ficção pode fotografar. Vale dizer em tempos de bigbrothernização da vida.

A peça é um sutil jogo de luz e sombra em que personagens se desenham instantaneamente no corpo de dois atores: Emílio de Mello e Fernando Eiras (este último numa interpretação provocativa para quem gosta de pensar na existência, virtuosista para quem quiser pensar na técnica…) como se viessem de um lúmen e de um breu, como se fossem displays em uma cena e, todavia, vivíssimos.

A peça trata de vários conteúdos: o amor neurótico, o sentimento aterrorizante, ao mesmo tempo que banal, da finitude , o entorpecimento das relações familiares e amorosas. Mas nenhum deles tem sentido fora da forma de inspiração da tragicomédia. Uma espécie de fantasmagoria que só se explica pela cor com que se pode encenar o deboche, a melancolia, o medo e, por fim, a aposta de que apesar de tosca, e – por isso mesmo – a vida poderia ser uma ópera menos ridicularizante, apenas porque nos despiríamos do nonsense básico com que aceitamos encenar, não a peça, mas a vida.

Sempre penso que encenamos a vida, que não é possível estar fora da existência e que ela tem sua parte de teatro. E será mesmo que a vida é um teatro?

Quem tiver curiosidade dê uma olhada: http://inonit.wordpress.com/

Beijos Isa

 

Que admirador da gastronomia não conhece Carla Pernambuco? abril 4, 2010

Filed under: Uncategorized — agendademulher @ 3:18 pm

Uma chef, carlapernambuco.uol.com.br ,de olhar doce e calmo que  conquistou o mundo da culinária.  Depois de muitas aventuras pelo mundo a fora ela resolveu sair misturando as comidinhas de todos os lugares, ou melhor, fazendo um balaio de sabores, como ela mesma denominou em um de seus livros Carlota Balaio de Sabores. Dessa forma, ela transformou sua cozinha em um laboratório, e nos proporcionou a “experiência” de uma profusão de sabores que provoca na boca uma euforia constante.

Ainda não tive o prazer de conhecer pessoalmente o Carlota, seu restaurante que fica em Higienópolis, na Rua Sergipe,753  .E mesmo assim recomendo, pois tenho certeza que qualquer pessoa ficará a vontade em um ambiente tão agradável , aconchegante e saboroso como esse.

Carla Pernambuco também desenvolve desde 2007 um projeto chamado Gastro-pop, no espaço de eventos da chef, Studio 768, em frente ao seu restaurante. São encontros gastronômicos temáticos para grupos pequenos, que  a cada vez discutem uma cultura diferente do mundo. Neste evento, os jantares são sempre preparados a quatro ou a seis mãos, Carla em companhia da chef Carolina Brandão e mais um chef convidado. Não perca essa chance e se inscreva do site http://www.carlota.com.br em Studio 768.

Será inesquecível saborear as delicias que essa chef tão especial prepara!

Uma beijoka,

Pri ; )

 

Um bom livro… março 31, 2010

Filed under: Uncategorized — agendademulher @ 11:25 pm

O livro “A Cabana”, do canadense William P. Young, trata de vários assuntos de um modo muito sutil e confortante. Como a perda, saudade, dor e, principalmente, religião.

Sendo fã de “A Cabana” sei que sou um pouco suspeita para falar, mas este livro mudou a minha vida e me ajudou a enxergar as coisas por um lado melhor. O livro trata de preconceito e aproxima as pessoas de Deus, ou Papai como é chamado no livro. E tenho certeza que qualquer mulher de qualquer religão tirará alguma lição de vida daquelas páginas.

Tenho muitas coisas para falar sobre este best-seller, mas não gostaria de contar nem um pouco de sua história, pois me pegou de surpresa a grandeza tratada com tão facilidade pelo autor. Se pudesse, faria com que todas as pessoas tivessem esse livro decorado. Com certeza viveríamos em um mundo muito melhor.

Quem já leu, deixe seus comentários. Quem AINDA não leu, leia com urgência e depois comente o que achou.

Eu ainda vou ler de novo.

Muitos beijos, Gabi.

 

Para as Arianas

Filed under: Uncategorized — agendademulher @ 9:03 am

Primeiro signo do zodíaco, Áries representa o nascimento, o início de tudo.  Revela muita luta e fé em suas buscas.

Típico de um signo de fogo, a mulher ariana, na maioria das vezes, gosta de chamar a atenção. Ficam bem, geralmente, com cores mais vibrantes, as do fogo, como amarelos vivos, vermelho, ousam nas combinações. Porém, por serem muito impacientes, não usam modelitos que exijam muita produção. O salto não combina com elas, normalmente sapatos baixos, botinhas.

No comportamento, destacam-se por dificilmente cederem às vontades alheias, demonstrando convicção e personalidade. A ariana é sonhadora e romântica, não aceita infidelidade podendo ser até impossível o perdão, e deve ser a mais forte da relação, para evitas desavenças. Mandona e superprotetora, a mulher gosta de ser o centro da relação, de chamar a atenção de seu parceiro, na maioria das vezes forte e marrento.

“(…) Tristemente me brotou da alma o branco nome da Amada e eu murmurei
– Ariana!
E sem pensar caminhei trôpego como a visão do Tempo e murmurava
– Ariana!
E tudo em mim buscava Ariana e não havia em nenhuma parte
Mas se Ariana era a floresta, por que não havia de ser Ariana a terra?
Se Ariana era a morte, por que não havia de ser Ariana a vida?
Por quê? – se tudo era Ariana e só Ariana havia e nada fora de Ariana?
Baixei à terra de joelhos e a boca colada ao seu seio disse muito docemente
– Sou eu, Ariana…
Mas eis que um grande pássaro azul desce e canta aos meus ouvidos
– Eu sou Ariana!
E em todo o céu ficou vibrando como um hino o muito. amado nome de Ariana. (…)”   

Vinícius de moraes   “Ariana, a mulher”

Beijos Tati